Projeto inovador de combate à seca mudou a realidade de Quixeramobim (CE) na gestão do prefeito Cirilo Pimenta

Marcado por longos períodos de estiagem, o clima semiárido castiga a população nordestina. As chuvas escassas ou inexistentes desabastecem as comunidades e geram um problema histórico: com a seca vem, também, a fome.

Com culturas agrícolas e a criação de animais prejudicadas, os sertanejos acabam expostos à miséria, vivendo em condições de risco e sem perspectivas.

Nesse cenário desolador – e que impacta muitas famílias brasileiras -, um dos únicos recursos para minimizar os efeitos do colapso no abastecimento vem da água subterrânea.

Trazer esperança e melhores condições à população, fortalecendo a economia, foi a mola propulsora para um projeto que mudou a realidade de Quixeramobim, no Ceará.

A iniciativa do então prefeito Cirilo Pimenta para garantir água potável à cidade transformou a vida dos moradores.

O projeto “Estratégia para minimizar o colapso de água no município” implantou sistemas de ponteiras e de poços, que foram instalados na barragem de Quixeramobim com a função de captar água subterrânea no reservatório para abastecimento da rede urbana.

Inovador e sustentável, o projeto garantiu oferta de água para consumo humano e manutenção da produção local.

Foi por meio dele que parte da cidade, antes não abastecida, passou a contar com o recurso natural mais essencial à vida.

Para isso, foram utilizados equipamentos no rebaixamento do lençol freático, processo iniciado na barragem.

Embora estivesse com a superfície seca, a barragem concentrava grande volume de água subterrânea, utilizado para complementar o abastecimento da cidade.

Resultados imediatos

As regiões brasileiras que possuem água em abundância talvez não tenham a real dimensão do que é sobreviver à seca.

Em 2015, ano da implantação do projeto, os reservatórios de água de Quixeramobim, localizada no Sertão Central do Ceará, haviam se extinguido após cinco anos de severa estiagem.

Foto Divulgação

No entanto, o que o prefeito Cirilo Pimenta chamou de “sistema de ponteiras”, mudou essa realidade, reduzindo os prejuízos da seca.

Logo após sua implantação, o projeto alcançou os seguintes resultados:

  • A água captada pelas ponteiras passou a garantir o abastecimento de 30% do município, atendendo cerca de 24 mil habitantes – cujo consumo mensal chega a 2,5 milhões de m³ de água.
  • O modelo foi aperfeiçoado reunindo outra técnica: o projeto Pingo D’água, conhecido internacionalmente. Assim, foi possível elevar a captação da água em pelo menos 20%.
  • O aumento da oferta de água deu maior alívio à produção de leite, carro-chefe do município.

Essencial ao progresso

Destaque por seu dinamismo econômico, Quixeramobim é um município pujante nos setores industrial e agropecuário.

Como maior produtor de leite do Ceará, promove o encadeamento de diversas outras atividades econômicas que utilizam o produto como matéria prima, como laticínios e queijarias de diversos portes, prevalecendo as micro e pequenas empresas.

A forte crise hídrica da época ameaçou a atividade, já que água é matéria prima de toda cadeia produtiva deste setor.

O aumento da oferta de água proporcionada pelas ponteiras possibilitou aos produtores e empresários da cadeia leiteira a manutenção dos padrões de produção anterior, além de reduzir os custos com a compra de água de carros-pipas particulares.

Combater a seca é, também, fomentar a economia e investir no potencial da cidade, alavancando o progresso e gerando emprego e renda à população.

Quem é o prefeito Cirilo Pimenta

Filho de Quixeramobim, Cirilo Antônio Pimenta Lima é médico veterinário formado pela Universidade Estadual do Ceará (UECE).

Deu início à carreira pública como vereador em sua terra natal.

A partir de então, foi deputado estadual e prefeito de Quixeramobim por três mandatos, além de presidente da Aprece (Associação dos Municípios do Estado do Ceará) e secretário Executivo da Secretaria de Governo do Estado.

Foto Divulgação

Como prefeito, Cirilo Pimenta se cercou de uma competente equipe e, contando com a experiência parlamentar, abriu as portas de Quixeramobim para o desenvolvimento econômico e social.

Com um plano estratégico e ousado de governo, criou projetos essenciais no combate à seca e deu suporte às atividades que garantissem desenvolvimento sustentável e emprego.

Artigos Relacionados

Como o prefeito Vantoil Martins quer tornar Iguaba Grande (RJ) uma cidade forte no turismo

Repleta de atrativos e belezas naturais a cidade de Iguaba Grande...

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Gestão e Tecnologia

Mantenha contato

Siga nosso Instagram