Como o prefeito Carlos Henrique Dezena contribuiu para a criação de uma orquestra de viola caipira em Águas da Prata (SP)

A música embala e encanta gerações, desperta sentimentos e auxilia no desenvolvimento da mente humana.

Ela desenvolve o raciocínio, a concentração e é facilitadora do processo ensino/aprendizagem. O bem-estar, a sensação de alegria ou nostalgia acompanham as canções mundo afora.

Música leva à reflexão e, quando a mágica da identificação acontece, promove o equilíbrio, eleva a autoestima, estimula o afeto e é sinônimo de felicidade. O mundo, sem as canções que amamos, seria triste e sem graça.

Independente do gosto musical, o prazer de uma canção não se restringe ao ouvinte, mas é capaz de transformar a vida de quem a executa.

É exatamente essa transformação que os membros da Orquestra de Viola Caipira de Águas da Prata, em São Paulo, vêm experimentando desde 2018.

Há cerca de dois anos, o prefeito Carlos Henrique Dezena deu o start em um projeto cultural de suma importância no resgate da música raiz.

Foto Divulgação

Com a intenção de formar uma orquestra, a prefeitura passou a oferecer aulas gratuitas de viola caipira, oportunizando o acesso de crianças, jovens e adultos à formação musical.

Para isso, disponibilizou instrumentos, espaço para as aulas e um professor com vasto currículo na área.

Nasce uma orquestra

Poucos meses após a implantação do projeto, a orquestra fazia a primeira apresentação pública, emocionando a cidade e destacando seu diferencial: a maioria dos músicos do grupo era de mulheres.

Num universo essencialmente masculino, as violeiras de Águas da Prata chamaram atenção pelo talento.

Foto Divulgação

Além disso, com exceção de um membro do grupo, os demais não eram violeiros, mas tiveram oportunidade de conhecer, apreciar e aprender a tocar o instrumento.

De 2018 para cá, outras turmas foram abertas para aulas de viola caipira e a orquestra continuou se aprimorando, encantando e levando o nome de Águas da Prata ainda mais longe através da arte musical.

Pontos a serem destacados

Uma iniciativa tão valiosa e enriquecedora nasceu da necessidade de fortalecer a cultura e valorizar os músicos envolvidos, proporcionando uma nova maneira de expandir os horizontes através da arte.

A criação da orquestra é resultado de um projeto visionário, que leva em consideração os seguintes critérios:

  • A iniciativa oportuniza a aprendizagem de um instrumento musical e fomenta a arte através da música
  • Promove a identificação da comunidade com a música e leva o nome de Águas da Prata para fora dos limites da cidade
  • Além de um hobbie, a música pode representar uma guinada na vida de uma pessoa, bem como o ponto de partida para uma carreira ou a superação de um momento difícil
  • Paralelo ao projeto de desenvolvimento da orquestra, ocorrem os cursos da formação de violeiros – envolvendo crianças a partir dos 9 anos até adultos – sem limite máximo de idade
  • Entre os benefícios de aprender a tocar um instrumento musical estão: aumento da capacidade de memorização, melhora nas habilidades de gestão do tempo, organização e trabalho em equipe, alívio do estresse, promoção das habilidades sociais e exposição a diversas culturas

Quem é o prefeito Carlos Henrique Dezena

Nascido em 1982, Carlos Henrique Fortes Dezena é cidadão pratense. Formado em Medicina Veterinária, ele é casado e pai de duas meninas.

Foto Divulgação

Eleito prefeito de Águas da Prata em 2016, vem fazendo uma gestão séria e comprometida com o município.

Artigos Relacionados

Como o prefeito Vantoil Martins quer tornar Iguaba Grande (RJ) uma cidade forte no turismo

Repleta de atrativos e belezas naturais a cidade de Iguaba Grande...

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Gestão e Tecnologia

Mantenha contato

Siga nosso Instagram