Botucatu (SP): ações do prefeito Mário Pardini para inserir pessoas com deficiência no mercado de trabalho

A cidade de Botucatu, no ano de 2018, deu um passo importante para se adequar à Política Nacional da Pessoa com Deficiência. Por meio da Assessoria de Políticas Inclusivas, o prefeito Mário Pardini deu início ao programa de Empregabilidade da Pessoa com Deficiência. 

Tem como grande missão contribuir para a inclusão social e econômica de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Para isso, a Prefeitura oferece atividades voltadas ao desenvolvimento de habilidades profissionais e pessoais com qualquer tipo de deficiência, proporcionando a articulação junto ao mercado de trabalho, difundindo o uso de tecnologias assistivas, além de fazer o intercambio entre as empresas e quem procura um emprego.

“O projeto surge como uma iniciativa de mediação entre as empresas, que têm obrigatoriedade no cumprimento da Lei de Cotas, e as pessoas com deficiência que têm dificuldades para se qualificar profissionalmente. A metodologia do Emprego Apoiado permite que a pessoa com deficiência se qualifique e trabalhe ao mesmo tempo”, disse o prefeito.

A iniciativa tem feito a diferença para pessoas com deficiência, e em 2019 o projeto já somava 46 cidadãos encaminhados a grandes empresas do município, como indústrias, empresas de saúde e supermercados – sendo 36 em 2018 e 10 em 2019.

Foto Divulgação

Administrador exemplo para Botucatu

Mário Eduardo Pardini Affonseca é formado em Administração de Empresas e possui pós-graduação em Administração e Marketing pela Universidade São Francisco. Em 2011, terminou sua segunda graduação, em Engenharia Civil, área em que atua e tem experiência, com ênfase em Engenharia Hidráulica.

Teve seu primeiro emprego no banco Bradesco, em 1990, em Botucatu. Após sete anos de boa convivência e muito aprendizado, deixou a instituição financeira para entrar na Sabesp, em 1997, por meio de concurso publico, como agente comercial (Leiturista).

Mas teve que deixar Botucatu para assumir uma vaga na região de Campinas/Jundiaí. Foi lá que iniciou sua carreira na empresa, passando por diversas funções, como: encarregado de setor de Hortolândia, gerente de setor em Várzea Paulista e gerente de departamento na Distrital Capivari.

Foto Divulgação

Em 2008, foi designado para assumir a recém-criada Superintendência da Unidade de Negócio Capivari-Jundiaí, com sede em Itatiba. Essa regional da Sabesp opera em 12 municípios inseridos nas bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ).

Após quase quinze anos, Pardini voltou a Botucatu, onde sua relação com a Sabesp ultrapassa o campo profissional. Seu avô, Ernani Pardini, foi funcionário da Empresa de 1974 a 1996, sendo o primeiro encarregado da Estação de Tratamento de Água da cidade, que leva o seu nome em homenagem aos 22 anos de trabalho, amor e dedicação à Companhia.

Pardini passa então a comandar a Superintendência da Unidade de Negócio Médio Tietê em setembro de 2011, com a missão de regularizar o abastecimento, limpar os rios, manter a população bem atendida, suprida com água de qualidade durante vinte e quatro horas. Foi um grande desafio, especialmente durante crise hídrica de 2014.

Artigos Relacionados

Como o prefeito Vantoil Martins quer tornar Iguaba Grande (RJ) uma cidade forte no turismo

Repleta de atrativos e belezas naturais a cidade de Iguaba Grande...

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Gestão e Tecnologia

Mantenha contato

Siga nosso Instagram